Seja Bem Vindo! Sexta-Feira, 17 de Agosto de 2018
Notícia » Pessoas » Homenagens
06/07/2012 às 14h42min - Atualizada em 06/07/2012 às 14h42min
Rita Correa da Costa para sempre na história do Rotary
A esposa do presidente Paulo Viriato é homenageada

Um rei muito astuto colocou uma pedra enorme, interrompendo o caminho dos seus súditos. ficou escondido para ver o que acontecia.

Chegou o primeiro viajante que ante o obstáculo, desistiu. Logo veio outro, sentindo dificuldades deu uma volta enorme e continuou o caminho. A seguir outro viajante que não se intimidou e aceitou o desafio de desobstruir a estrada, deixando o caminho livre.

Foi buscar ferramentas, pediu colaboração de bons amigos e após árduo trabalho, conseguiu afastar a pedra.

Para sua surpresa, encontrou debaixo da enorme pedra uma bolsa cheia de moedas de ouro, colocada pelo rei para recompensar aquele que tinha acreditado e vencido o desafio.

Esta pequena lenda relembra um pouco a figura de Rita Correa da Costa

Rita Correa da Costa, esposa do terceiro presidente brasileiro de Rotary International, Paulo Viriato Correa da Costa faleceu na semana passada em sua terra natal, Santos

Esta importante reunião do Rotary Club de São Paulo-Jardim das Bandeiras, quando será empossado o novo Conselho Diretor, com a presença de ilustres rotarianos, senhoras, autoridades e convidados, já apresentados pelo Diretor de Protocolo, oferece oportunidade ímpar para fazer memória de Rita que iniciou uma plena trajetória rotária, em 7 de março de 1956, quando Paulo Viriato ingressou como associado do Rotary Club de Santos.

Não há tempo disponível, neste momento, para exaltar os trabalhos desenvolvidos por ela durante esses 56 anos de entrega total ao Rotary que tanto amou durante toda a sua vida. O magnífico Museu Acervo Rita-Paulo Viriato, sediado no Edifício Rotary, em Santos mostrará para sempre tudo que fizeram para a comunidade mundial e para a harmonia entre os povos. A Fundação de Rotarianos de São Paulo, em reconhecimento ao trabalho de Rita, proporciona a todos a possibilidade de conhecerem esse riquíssimo repositório, com a Mostra que desde o ano passado acontece no Edifício Rotary, neste salão nobre. Ficará eternizada, ao lado das senhoras Toni de Arruda Pereira, esposa do ilustre rotariano, Prefeito de nossa Cidade e nosso primeiro presidente Armando e também da senhora Acácia Brasil Vital Brazil de Mello, filha do médico cientista Vital Brazil e esposa do segundo Presidente brasileiro, Ernesto Imbassay de Mello.

Trabalhou intensamente sempre, como esposa de rotariano, presidente, Governador, Diretor e Presidente de R.I.

Foi preponderante também na literatura rotária, assinando Dolores Rita escreveu durante muito tempo, nas edições das revistas “Vida Rotária”, Brasil Rotário e The Rotarian, sendo, por isso, reconhecida como integrante da elite intelectual rotária brasileira, com temas rotários, pedagógicos e ambientalistas, prevendo o que faria Paulo em sua gestão em 1990-91," Preservar o Planeta Terra", plantando milhões de árvores", com seu lema "Valorize Rotary com fé entusiasmo"

Rita ficará para sempre na história do Rotary , no mundo inteiro. Contribuiu para manter a unidade, a internacionalidade do Rotary, congregando rotarianos de todos os países, raças e religiões, unindo-os como irmãos na busca da compreensão e da paz universal. Sábia, soube transmitir , o que importa não é o que se tem, mais o que se dá, não é o que se sabe, mas o que se ensina, o que importa não é o que se pode, mas o que se faz.

 

Santa Missão !

Pedimos alguns instantes de reflexão em sua homenagem, pedindo a todos deste conceituado plenário, nesta noite ímpar, que façamos agora o que é feito em muitas oportunidades quando que recebemos um novo rotariano, em pé, saudármos e despedirmo-nos de Rita, uma mulher do seu tempo.

fotos - Paulo, Rita, Florise e Nelson A.Célico, Governador e Presidente em 1990-91

Rita e Paulo, colocando uma placa de bronze e plantando uma árvore para cada um dos clubes do Distrito 461 , na Conferência de 1973, em Águas de Lindóia.

Rita, ao lado de Paulo, recepciona presidente de R.I., na redação, prestigiando a mídia, pura imagem pública, em 1983-84

Fotografei Rita e Paulo, cinquentenário do Rotary Club de Santos, em 1977, ao lado de Égle Filizola e Jundy Vidal, esposas dos fundadores dos 2 primeiros clubes adicionais de São Paulo, Leste e Sul.

Rita, nossa homenagem



Fonte: Sérgio de Castro
3049 Exibições
Comentários
    Postado por: Gilberto Orsi Machado Junior
    orsi@orsibarreto.com.br
    17/07/2012 - 13:45:05
    Comentário: Muito Bonita e Siginificativa homenagem, obrigado
    Postado por: Liliana Renata Diegues Rodriguez
    liliana.dr@terra.com.br
    17/07/2012 - 13:38:17
    Comentário: tive o privilégio de trabalhar com Rita nos últimos 12 anos. e antes, o privilégio de trabalhar com Paulo Viriato por outros 16 anos. uma perda irreparável. seu homenagem é tocante. parabéns.
Páginas:
1
Deixe seu comentário:
Nome:
Email:
Cidade/Estado:
Sua Mensagem:
Notícias Relacionadas