Seja Bem Vindo! Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017
Notícia » Curiosidades » Rotary
15/02/2013 às 12h39min - Atualizada em 15/02/2013 às 12h39min
Rotariano viajar é preciso
Presidente Luiz Vicente Giay

Lembro da atuação do Presidente Giay desde 1981, na Convenção de São Paulo, quando o encontrei no Hotel Hilton, centro da cidade, participando de uma comissão que debatia a Fundação Rotária, ao seu lado o rotariano Guilherme Levy, associado ao Rotary Club do Rio de Janeiro, também membro da Comissão de Filatelia da Convenção, acompanhado de Itamar Bopp, presidente da Comissão e associado ao Rotary Club de São Paulo.

Entrevistei-o na Convenção de Glasgow,  Escócia, quando presidente, em 1997, bem como em junho de 1996, após a Convenção de Calgary, em sua sala da presidência no One Rotary Center, em Chicago.

Da mesma forma publiquei suas palavras que gravei, logo após o encerramento da Convenção de Buenos Aires, em 2000, quando emocionado proclamou “Rotary e Argentina forewer”.

Lopo após, publiquei ampla entrevista concedida, em café da manhã, no Hotel Bourbon, no centro de São Paulo, com a prestigiosa presença do Diretor Alceu Vezozzo e do estimado Governador Nadir Zacarias. A extensa  matéria mostra a figura de um rotariano moldado e afinado com o mais elevado significado do rotarismo mundial, sempre ao lado de sua esposa, Célia Giay, exemplo de amor ao Rotary, preparando-se para assumir suas relevantes funções como Diretora, substituindo ao talentoso e generoso Diretor, José Antonio Figueiredo Antiório, nomes consagrados que proporcionam á nossa região rotária, segurança e qualidade na arte de servir.

Registro também que ao ocupar a Presidência do Rotary Club de São Paulo-Sumaré, em 1996-97 tive oportunidade de oferecer a Giay o Título de Sócio Honorário, em grande celebração rotária no Clube Payneiras do Morumby, com a presença de centenas de pessoas e dos presidentes dos Rotary Clubs de Diadema, Sul e Penha que também ofereceram essa distinção ao Presidente Giay, consolidando o apreço dos Distritos 4420, 4430 e 4610. As fotos ilustram esses momentos marcantes.

Aproveito esta oportunidade, como rotariano e jornalista que milita na instituição rotária desde 1953, na redação da revista “Vida Rotária”, então editada pela Fundação de Rotarianos de São Paulo, dirigida entre outros por Adalberto Bueno Netto, Mário Amato, Jorge Saraiva, Manoel Gutierrez Durán e Oscar Pereira Machado, informar  a enorme qualidade do grandioso livro que li recentemente, intitulado “Anais do Bicentenário de La Plata”, República Argentina, 1810-2010, obra prima que mostra a história da nação sendo também uma simbiose com as principais manifestações rotárias, a esperança e o espírito de Maio, mostrando um eterno guia de liberdade, amor à pátria e generosidade de todas  regiões argentinas e também a saga portenha. Leitura imperdível



Fonte: Sérgio de Castro
2933 Exibições
Comentários

nenhum comentário cadastrado!

Deixe seu comentário:
Nome:
Email:
Cidade/Estado:
Sua Mensagem: