Seja Bem Vindo! Sexta-Feira, 24 de Novembro de 2017
Notícia » Rotary » Notícias
01/04/2016 às 17h42min - Atualizada em 01/04/2016 às 17h42min
Rotary Club de São Paulo-Oeste, preocupado com a verdadeira paz, propõe projeto revolucionário e inovador
Em busca da paz

Se cada um de nós, participando das nossas reuniões, falasse que a paz mundial é uma utopia, é um sonho impossível de realizar ou mais ainda uma quantia de adjetivos negativos não diria nada de novo porque todo mundo sabe disso e também nós sabemos. Este modo de pensar em geral é usado para que, em  frente a dificuldades, resolva-se tudo não fazendo nada. “Nós não temos a ambição de dizer também que podemos resolver o problema da paz. Nós que temos como princípio estatutário a paz e amizade de todos, independentemente de raça, cor e religiões, estamos tentando dar um primeiro passo para poder criar as bases para um dia iniciarmos a falar da paz. Temos consciência e sabemos que não é a passeata de mil pessoas com impressão  na camiseta, “viva a paz” ou com outras manifestações paralelas, que mudaremos ou influenciaremos o andamento dos governantes. Fizemos esta premissa porque quando examinarmos o projeto que apresentaremos, poderá aparecer alguém que convencido de descobrir a fonte da sapiência mundial, fale sobre as dificuldades existentes para resolver o problema, mas estamos convencidos que o mundo não terá paz enquanto existir pessoas sem água potável, sem alimento, sem moradia, sem assistência médica sanitária, sem educação escolar  sem trabalho para poder sustentar o mínimo de vida. Se estamos todos convencidos de  que todos merecem um mínimo de vida digna, como rotarianos, precisamos oferecer ao mundo um exemplo grandioso, um projeto a nível mundial com a participação de todos os rotarianos. A nossa ideia para o projeto é a seguinte:
 1. Cada rotariano paga até 100 dólares a vista ou em 10 parcelas a ser depositado em um fundo Rotary (Fundação Rotária) para iniciar as primeiras obras necessárias referente ao nosso projeto. Teoricamente teremos a possibilidade de arrecadar 120 milhões de dólares; quem deposita 100 dólares recebe um distintivo Rotary da seguinte forma: emblema do Rotary contornado com as cinco cores dos continentes e embaixo uma faixa branca escrito “cavalheiro da paz”, “(adesivo para colocar nos carros), (cavalheiro da paz, legionário da paz, mensageiro da paz ou voluntário da paz)”. Este fundo é aberto também para doações no mundo inteiro, sem limite de valores a todos que queiram voluntariamente contribuir. O fundo serve, em primeiro lugar, para dar início à construção dos primeiros poços de água potável nas regiões e nos países mais pobres do planeta.
2. Dar alimento a todos tendo como princípio que a nossa ideia não é  a dar o peixe mas ensinar a pescar.
3. Dar moradia com infraestrutura para poder viver em ambiente sadio e longe das epidemias por falta de saneamento básico.
 4. Assistência médico e hospitalar e geral.
5. Educação escolar.
6. Gerar trabalho para poder sustentar os custos necessários. Quando for garantido a todos este mínimo de vida, nós teremos preparado as bases para iniciar um discurso oficial  de paz mundial. Você poderá dizer que o dinheiro do Rotary é pouco e nós sabemos. Na vida o dinheiro é necessário e concordamos Muitas vezes,  as idéias , pela sua  importância, antecipa-se ao dinheiro. Rotary é uma organização mundial com grandes ideias, entre as quais a “POLIO-PLUS” . O dinheiro o mundo tem! O homem na sua grande sabedoria um dia inventou que era mais fácil fazer negócio, entre as partes, dando em troca um objeto que se chamou moeda. Esta ideia modificou o mundo. Todo mundo aprendeu que com um pedaço de papel, de cor verde que se chama dólar, ou euro, ou libra esterlina, etc, se podia fazer de tudo e fizemos tão bem, do uso da moeda, que uma parte do mundo progrediu com um padrão de vida muito alto. Porque uma parte do mundo não fez? Muitas são as razões que não é o caso de discutir ou falar neste momento. Infelizmente hoje esta realidade de dois mundos diferentes existe e, isto é com certeza, um dos maiores obstáculos para a paz mundial. Isto faz parte dos nossos pensamentos. Se um dia os chefe de todos os governos do planeta estiverem dispostos a   realmente resolver o problema para fazer um mundo mais justo para todos, terão que fazer uma coisa muito simples: emitir trilhões de moedas a mais do que temos atualmente em circulação. A quantia deverá ser suficiente para colocar as diferenças econômicas, entre os povos, a menor possível. O mundo até agora, emitiu em várias moedas, trilhões e trilhões que ninguém pagará mais. Portanto emitir outro trilhão de moedas para equalizar um pouco o mundo, repito , não custa mais que a despesa de imprimir um pouco de papel. Mas até quando este sistema pode resistir? Este é o problema que envolve determinada quantia de alimento e por isso teremos que verificar o que o mundo no máximo poderá produzir. Se nós conseguirmos produzir para oito e somos dez a comer, teremos sempre o risco de ter guerra porque os dois antes de morrer de fome tentarão lutar para não ser eliminados. Portanto é necessário determinar até que número de pessoas poderão viver no planeta Terra. Este número não poderá ser superado e a conclusão lógica é: planejamento familiar. Tudo isso parece que não tem nada a haver com a paz mas  ao contrário também pode ser um motivo de guerra e portanto não ter a tranquilidade da paz. Voltando ao nosso projeto, independentemente das notórias dificuldades existentes, nós temos obrigação de fazer alguma coisa. Muitas vezes poderíamos sonhar que o mundo antes da paz deveria realizar a união econômica mundial.  Este seria o primeiro passo no sentido da paz. A nossa ideia poderá se concretizar se as desigualdades econômicas entre os povos não forem muito diferentes. Quando tivermos este padrão de vida,  todos nós daremos mais valor à própria vida e portanto teremos a certeza de uma paz mundial realmente efetiva. Será que um povo que está sofrendo e morrendo de fome dá o mesmo valor à vida como um povo em melhores condições de vida ?  Concluindo, se não conseguirmos realizar o nosso sonho,teremos com certeza, contribuído para melhorar o mundo.
Rotary Club de São Paulo-Oeste
Distrito 4610
março de 2016



Fonte: Sérgio de Castro
934 Exibições
Comentários

nenhum comentário cadastrado!

Deixe seu comentário:
Nome:
Email:
Cidade/Estado:
Sua Mensagem: