Seja Bem Vindo! Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017
Notícia » Curiosidades » Notícias
17/03/2015 às 17h48min - Atualizada em 17/03/2015 às 17h48min
Sonhar não paga imposto, por enquanto!
.

Em uma noite da semana passada, assistindo pela TV, um jornal da noite, já mais de meia-noite, sonolento,  fui sacudido pela voz maviosa de Net King Cole, na minha opinião, o mais harmonioso cantor de todos os tempos.O talentoso Nelson Mota, em sua coluna, fazia um retrospecto da vida e da trajetória artística deste cantor norte-americano nascido no dia 18 de março de 1917 e falecido em 15 de fevereiro de 1965, Deu muito tempo para ouvir Monalisa,   Fly me to the moon,Christmas song, Bleu gardenia, Aqueles ojos Verdes e Unforgettable, gravado no ápice da carreira e depois, em dueto com sua filha Natalie, primeiro disco produzido com vozes sobrepostas. Colossal e inesquecível

 

Ao embalo das melodias desliguei a TV e fui dormir, lembrando de figuras altaneiras como Tomie Othake, Décio Fernandes de Vasconcellos, Papa Francisco e muitas outras personalidades já devidamente publicadas pelos nossos jornais , à disposição de todos também pela Internet, www.sergiodecastro.com.br Naveguem e comprovem tudo isso, agora mesmo.

 

Somente faltou mesmo sonhar com a Jurema que esteve comigo. ao lado de dois sócios, durante um bom tempo, empresariando e organizando bailes de formatura e diversas festas,  nos suntuosos salões da cidade: Aeroporto, Pinheiros, Tiete, Casa de Potugal, Palácio Mauá, Clube Homs, Club Alepo e Aeroporto, com as fantásticas orquestras daquela época de muito romantismo, amor, paixão e dedicação aos estudos, ao trabalho e à família.

 

Impossível não lembrar as  Orquestras, Osmar Milani, Sylvio Mazzuca, Simoneti, Zézinho da TV, Erlon Chaves, Bolão, o Rei do Sax Alto e a Orquestra Tabajara de Silverino Araújo do Rio de Janeiro, que fazia diferença também no preço do cachê, mas valia e muito. E os croners, Francisco Egidio,Agostinho dos Santos, Alda Perdigão e tantos outros talentos insquecíveis..Além das matines no Club da Tagus, na Rua  Cardeal Arcoverde e em formosa mansão alugada na Rua Henrique Schauman,  antes da desapropriação e reurbanização da região, esquina também da Rua Cardeal Arcoverde, onde hoje está localizada a Bibliotéca Pública Municipal Alceu de Amoroso Lima, pelo que tenho obervado,sempre vazia, onde a malta que comparece à Vila Madalena, com o aval do poder público, jamais chegou perto. 



Fonte: Sérgio de Castro
1390 Exibições
Comentários

nenhum comentário cadastrado!

Deixe seu comentário:
Nome:
Email:
Cidade/Estado:
Sua Mensagem: