Seja Bem Vindo! Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2018
Notícia » Rotary » Notícias
17/03/2014 às 12h42min - Atualizada em 17/03/2014 às 12h42min
Unidos Por Uma Grande Causa Humanitária
Pela feliz iniciativa de Ana Laura Gamboggi Taddei, Leandro Antônio Gatti e Renzo Taddei, com a colaboração do Rotary Club de São Paulo Oeste, deu-se início a um projeto denominado “O Futebol Está no meu Sangue”.

O ponto fundamental deste projeto, é ter a colaboração das torcidas da cidade de São Paulo para doação de sangue.

As torcidas do Sport Club Corinthians Paulista, Sociedade Esportiva Palmeiras e São Paulo Futebol Clube abraçaram a causa e, no dia 11 de março de 2014, na Fundação Pró–Sangue do Hospital das Clínicas, com a presença  da Rede Globo, Rede Bandeirantes, RITTV, entre outros, deu-se início a este projeto que  irá até 10 de junho de 2014.

Pela primeira vez na história do Rotary, tem-se um projeto com a participação de torcidas organizadas, no caso, os Dragões da Real, os Gaviões da Fiel e a Mancha Alviverde, no qual são doadores, apenas os integrantes das três torcidas organizadas.

Finalmente, um encontro que marca um novo parâmetro “esportivo–humanitário” que, com certeza, beneficiará os cidadãos de São Paulo.

Esta participação em conjunto de forma alguma descaracteriza o amor de um torcedor por seu clube, ao contrário, reforça tal sentimento, salientando um caráter humano, algo que nós do Rotary, temos como objetivo em nosso modo de pensar e agir, o de promover a paz e a amizade entre os povos do mundo inteiro, independente da etnia, origem ou credo religioso.

Nós, rotarianos, condenamos a violência em qualquer lugar, seja fora, ou dentro dos estádios. Sonhamos com um “estádio” onde podemos comparecer com nossas esposas, mães e crianças, onde todos felizes possam assistir grandes espetáculos esportivos, tal como é a essência do futebol.  No século 21, é necessário mostrar nossa maturidade esportiva nos estádios e além deles.

Quando do término deste projeto, às vésperas da Copa do Mundo de Futebol de 2014, no Brasil, chegará o momento em que todos se conscientizarão que, além da doação de sangue, promoveu-se a união das três grandes torcidas da capital paulista para melhorar a convivência social e, ao mesmo tempo, um exemplo de convivência amigável, independentemente das rivalidades clubísticas.

Aí, então, entenderão o valor deste projeto, o que, no mundo todo é chamado de “fair play”.

 

Todos sabemos o quanto é necessário e importante, os hospitais sempre terem sangue disponível para a atender necessidades diárias e, só se 

consegue sangue através de doadores.

Por isto, este projeto é de suma importância para todos nós.

Nós, do Rotary Club São Paulo Oeste, só podemos agradecer a todos os torcedores que, com espontânea participação contribuíram, e contribuem, para o sucesso do mesmo.

Queremos também agradecer aos nossos colaboradores Ana, Leandro e Renzo, dizer que vamos continuar unidos nesta jornada vitoriosa nesta causa humanitária, pelo bem exclusivo da coletividade.

 “Somos todos vencedores para causas humanitárias”.

Luigi Leoni

 Presidente RCSP-Oeste | Ano Rotário 2013–2014

da eq. p/ dir. Leandro Gatti, da Mancha Verde, Sérgio de Castro, Lilian S. Razaboni, Coordenadora de Captação de Doadores da Santa Casa, Presidente Luigi Leoni, Marquinhos, Presidente da Mancha Verde e Fritz Francisco Johansen Jr. 



Fonte: Sérgio de Castro
2476 Exibições
Comentários

nenhum comentário cadastrado!

Deixe seu comentário:
Nome:
Email:
Cidade/Estado:
Sua Mensagem: