Seja Bem Vindo! Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017
Notícia » Pessoas » Homenagens
14/11/2013 às 19h40min - Atualizada em 14/11/2013 às 19h40min
Antonio Piragini
Nossa homenagem e da comunidade do Sumaré, Santuário Nossa Senhora de Fátima e de sua amada Bariri

Ainda muito jovem,  moço  mesmo e  com muita esperança  viaja de sua amada Bariri para São Paulo. A urbe enorme não o assusta , só o estimula ainda mais.

Veio para vencer, com os olhos em Bariri e cultuando suas origens. Desde logo procura integrar-se, morou em pensões  diversas, já conquista amigos em várias regiões da cidade que não para de  crescer.

Forja o seu ofício, aprende e torna-se mestre. Batalhou o bom combate, na verdade já evidencia o grande guerreiro que exercerá para sempre em sua vida, desfrutada em plenitude, sempre

Organiza o seu próprio negócio  e  fica reconhecido como o profissional das esquadrias, dos vitraus, das portas e das escadas artísticas, seus produtos são afamados, confeccionados com ética , seus negócios são precisos,  justos , fazendo com que construtores e engenheiros fiquem parceiros da Sacil – seu orgulho , Serralheria Artística, Comercial e Industrial Limitada, mas muito ampla para todos, assegurando qualidade e confiança, base para vidros e decoração, artefatos criados com arte. Foi um esteta de sua profissão e  dos seus clientes que se se tornaram seus amigos também.

No Sumaré, onde plantou a sua indústria, conheceu a Eleni, pronto,  estava formada a harmonia e consolidado um grande amor, vivendo todas as fases com felicidade. Os filhos,  Ricardo e Tânia,  as netas Giovana, Rafaela e Maria Eduarda

Nora e genro, os sobrinhos, os irmãos e os cunhados, todos o amaram e o admiraram e os amigos de todos os lugares e do Santuário de Fátima, no alto do Sumaré, funda com outros amigos, do Cursilho de Cristandade e do CVC, de Campos do Jordão, o CIVC, que permanece para sempre, assim também o pioneiro Grupo de Oração, o Grupo de 13 de Maio, colaborando sempre com sua Eleni, filhos e familiares com as obras e realizações da comunidade, nas construções, nas festas e nos empreendimentos. Nas cozinhas, nas barracas, nos jogos beneficentes, agregando seus próprios funcionários, um baluarte das prerrogativas emanadas do Concílio do Vaticano II, em meados do século XX, um apóstolo.

A, Sim, Piragini, não se decepcionava com a ingratidão, perseguia a paz e a fraternidade todos os dias, também contribuiu para construir uma Catedral, em Cáceres Mato Grosso, sob a égide de nossos Padres Franciscanos, o Frei Elias Más, que foi Pároco neste Santuário de N.S.de Fátima, que me contou um dia, “encomendamos e recebemos sempre no tempo certo desta Construção, as janelas, janelões, portas e outras peças criadas pelo artesão Antonio Piragini”. Nos pórticos e nos frontispícios de mais um templo que ficará para sempre garantindo o tabernáculo e a fé, fica a marca do trabalho deste nosso amigo e irmão fraterno que também sabia comemorar, abrindo generosamente as portas de sua casa ou nos lugares onde marcava para as celebrações, marcada pelo capricho da Eleni, dos filhos e toda a sua  família que o amaram com alegria e com o Evangelho nas mãos.

Viajou muito e apreciou o belo ,  a natureza e os homens que através de seus talentos, criaram obras eternas. Amou São Paulo e o que oferecia de bom, onde quer que fosse, muitas vezes em lugares surpreendentes, pela manhã, a noite ou nas madrugadas, ao lado dos amigos, saboreando um chucrute garni, de repolho roxo, típico , da Alsácea Lorena ou um aisben, um joelho de porco típico do Tirol ou um leitão pururuca de uma fazenda de sua amada Bariri, com sua  família e seus amigos.  

Deus já o acolheu, com certeza e sua memória permanecerá para  sempre.  

 



Fonte: Sérgio de Castro
2787 Exibições
Comentários
    Postado por: ricardo piragini
    ricardo@piragini.adv.br
    25/11/2013 - 22:23:03
    Comentário: Caro Sr.Sérgio, muito obrigado, de coração, pela sincera homenagem a meu pai!
Páginas:
1
Deixe seu comentário:
Nome:
Email:
Cidade/Estado:
Sua Mensagem:
Notícias Relacionadas